• Você está em: 
  • Home
  • Notcias

19/07/2019 - EXTRA - LOURENÇO JORGE SOFRE COM A FALTA DE SEGURANÇA

18/07/2019 - HOSPITAL LOURENÇO JORGE E MATERNIDADE LEILA DINIZ SEM VIGILANTES

O Diretor do SINDVIG-RIO, Leandro Siqueira, informou a reportagem que os vigilantes não recebem salários ha 7 meses da empresa responsável pela segurança do local, a CLAUFRAN.


18/07/2019 - PETIÇÃO PELA PERMANÊNCIA DA APOSENTADORIA ESPECIAL DO VIGILANTE

Lei da petição pública: Institui a obrigação do debate parlamentar a qualquer petição pública que alcance 100 mil assinaturas ou mais.

Se conseguirmos chegar a 100 mil os Senadores serão obrigados a debater sobre a aposentadoria especial do vigilante.

Esse é o momento dos vigilantes saírem da anestesia coletiva que vem tomando conta do segmento e pressionar os Senadores para que haja aprovação da aposentadoria diferenciada para o vigilante.

Caso a Emenda Constitucional 19/2019 não seja destacada e defendida no Senado, o vigilante deverá se aposentar nas mesmas regras que o trabalhador comum, que são: 65 anos se homem, 62 se mulher; 40 anos de contribuição para aposentadoria integral, ainda assim, calculada sobre a média rebaixada, conforme aprovado na Câmara dos Deputados.

Ainda temos tempo de mostrar para o Senado a importância e risco que o vigilante corre todos os dias para proteger e defender o patrimônio e a vida de terceiros.

Mas apenas com a união e garra da categoria, conseguiremos essa vitória.

É hora de acordar e tomar para si a responsabilidade da luta para uma aposentadoria mais digna.


16/07/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA - PRECISAMOS PRESSIONAR OS SENADORES

A Câmara dos Deputados entendeu que os vigilantes não tem direito a aposentadoria especial, cometendo uma grande injustiça com a categoria, colocando o vigilante como trabalhador comum. Uma profissão onde o risco de morte é inerente.


A CONTRASP, federações e sindicatos filiados, já estão trabalhando para modificar o texto no Senado, para que os vigilantes possam ser reconhecidos de fato e de direito e consigam uma aposentadoria diferenciada e mais digna diante de tantos riscos inerentes a profissão.

Esse é o momento de os vigilantes saírem da anestesia coletiva que vem tomando conta do segmento e pressionar os Senadores para que haja aprovação da aposentadoria diferenciada para o vigilante.

Caso a Emenda Constitucional 19/2019 defendida pela CONTRASP não seja destacada e defendida no Senado. O vigilante deverá se aposentar nas mesmas regras que o trabalhador comum, que são: 65 anos se homem, 62 se mulher; 40 anos de contribuição para aposentadoria integral, ainda assim, calculada sobre a média rebaixada, conforme aprovado na Câmara dos Deputados.

Ainda temos tempo de mostrar para o Senado a importância e risco que o vigilante corre todos os dias para proteger e defender o patrimônio e a vida de terceiros.

Mas apenas com a união e garra da categoria, conseguiremos essa vitória.

É hora de acordar e tomar para si a responsabilidade da luta para uma aposentadoria mais digna.

Para isso, estamos disponibilizando contato de todos os senadores no link abaixo:

Entre em contato, mande e-mails, ligue nos gabinetes pedindo apoio aos vigilantes para uma aposentadoria diferenciada.

Essa luta é de todos nós vigilantes do Brasil.

15/07/2019 - LANÇAMENTO DA NOVA PARCERIA ENTRE SINDVIGRIO E IMOBILIÁRIA INOVA

É com imenso prazer que apresentamos à categoria a nova parceria do Sindicato dos Vigilantes do Município do Rio de Janeiro.


A partir de agora é possível realizar o sonho da casa própria através do financiamento com a Caixa Econômica Federal, com o auxilio do consultor que estará no SindvigRio para atender exclusivamente a categoria.

Chegou a hora do Vigilante!!!

Venham ao Sindicato e vejam com os próprios olhos.

Atendimento segunda e quinta de 10h às 16h ou pelo telefone (21)98999-3961 (Luiz Conrcino).







11/07/2019 - VIGILANTES DE MINAS GERAIS NA LUTA CONTRA O PARCIAL NAS AGENCIAS BANCÁRIAS

A FEDERAÇÃO DOS VIGILANTES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO solidariza e parabeniza os Vigilantes de Minas Gerais em lutar contra o absurdo do projeto da Caixa Econômica, em reduzir a segurança nas agências bancárias.

 

Horas reduzidas, menos vagas e renda inferior, levam sindicatos a buscar 'conjunção' contra Caixa

Os sindicatos que representam os vigilantes no Estado de Minas Gerais se reuniram ontem, após o encontro com a diretoria da Caixa Econômica Federal (CEF), e decidiram fazer ações conjuntas para evitar os ataques já anunciados pelo Governo Bolsonaro contra a categoria.

Ontem, a direção da CEF informou que pretende cortar vigilantes, cargas horárias, e também os salários.

De acordo com o presidente do SINVUBER, Ricardo Teixeira, na reunião,os sindicatos decidiram tomar uma série de ações conjuntas para evitar um verdadeiro "desastre". "

As entidades estão unidas, e muito preocupadas. A direção da Caixa não descarta até usar a Justiça contra os vigilantes", explicou.

Teixeira argumentou que os vigilantes que prestam serviços para a Caixa Econômica na região, devem estar muito atentos, porque será uma luta árdua. "Vamos resolver amanhã o dia que será realizada uma assembléia no SINVUBER com os vigilantes que prestam serviços na CEF. Temos que estar bem unidos, para evitar o pior", ressaltou.

A meta é manter  apenas um trabalhador com jornada de trabalho de 8 horas e 48 minutos nas agências; e reduzir a jornada de trabalho de outros dois trabalhadores para 6 horas, que passariam a trabalhar apenas entre as 10h e as 16h - tempo em que o banco permanece aberto ao público, na capital. Em cada agência, a Caixa deve manter ao menos três vigilantes.

"É um absurdo uma empresa como a Caixa, que é 100% pública, querer dar um mal exemplo como esse. Imagina, se ela que é pública quer fazer isso, imagina o restante?", indagou o presidente do SINVUBER.

10/07/2019 - CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO PIS/PASEP EXERCÍCIO 2019/2020

O pagamento do Abono Salarial - PIS será efetuado pela Caixa Econômica Federal e Abono Salarial - PASEP pelo Banco do Brasil.


§ 1º O Calendário de Pagamento do Abono Salarial tem início em 25 de julho de 2019 e término em 30 de junho de 2020.

§ 2º Para o pagamento do Abono Salarial - PIS é considerado o mês de nascimento do trabalhador e para o pagamento do Abono Salarial - PASEP é considerado o dígito final do número de inscrição do PASEP.


09/07/2019 - APOSENTADORIA ESPECIAL DO VIGILANTE ESTÁ EM RISCO

Governo articula para que aposentadoria diferenciada do vigilante não seja aprovada.

 

O texto apresentado pelo relator Deputado Samuel Moreira, acompanha o entendimento do governo e não concede aposentadoria diferenciada para o vigilante.

Os vigilantes precisam se unir!

Precisamos pressionar os deputados e o governo para que consigamos destacar a EMC 19/2019.

Pedimos para que todos os vigilantes do Brasil se unam a nós e pressionem os deputados e senadores de suas bases territoriais.

Ainda temos uma chance, mas para isso, temos que pressionar e sensibilizar a todos do governo que diziam apoiar o vigilante.

Essa é a hora de cobrar o seu voto e seu apoio ao candidato eleito por você vigilante.

Se não houver o destaque para discutir e aprovar a Emenda em separado no Plenário, o vigilante precisará trabalhar 40 anos para conseguir aposentar integralmente.

Para isso disponibilizamos o e-mail dos deputados que compõe a comissão e contamos com a colaboração de todos os vigilantes para pressioná-los.

LINK COM EMAIL DOS DEPUTADOS:

http://contrasp.org.br/wp-content/uploads/2019/07/Bom-Dia-CONTRASP.pdf

Via Contrasp

09/07/2019 - COMUNICADO AOS VIGILANTES DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

COMUNICADO AOS VIGILANTES DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

A Federação dos Vigilantes do Estado do RJ e os seus Sindicatos filiados tiveram a confirmação hoje, dia 09 de julho, que a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL cancelou as 88 demissões que estavam programadas em todo Estado do Rio de Janeiro.

Manifestação em Volta Redonda contra o Vigilante Parcial

As demissões dos Vigilantes ocorreriam nas agências que funcionam 5 horas por dia, e tal procedimento conforme denúncias feitas pelas entidades sindicais desrespeitaria a lei 7.102/1983, a Portaria 3.233 da Polícia Federal.

A partir das providências realizadas com o apoio da CONTRASP -  Confederação dos Trabalhadores da Segurança Privada e da Federação dos Vigilantes do Estado do RJ, a Caixa Econômica Federal cancelou as demissões e desta forma continuará a Vigilância Bancária seguindo conforme funciona atualmente.

É importante destacar que todos os Bancos tentam reduzir os efetivos de Vigilantes nas suas agências em todo Brasil, mas cabe aos trabalhadores unidos impedir essas tentativas dos Bancos.

A Manifestação dos Trabalhadores Vigilantes realizada conjuntamente em Volta Redonda, no dia 27 de junho, foi um marco nessa Vitória e prova mais uma vez que a luta se trava com lealdade e nas ruas e não nas redes sociais onde cada vez mais se proliferam mentiras e divisionismo.

O Vigilante Unido continua Forte. Avante na luta contra a Reforma da Previdência e a defesa da Aposentadoria Especial.

08/07/2019 - EXAME DE VISTA TODA SEGUNDA FEIRA GRATUITO NO SINDVIG-RIO

O SINDVIG-RIO não para de promover ações a fim de melhorar a vida e a saúde do vigilante associado e seus dependentes. A novidade agora é que o vigilante poderá fazer gratuitamente o exame de vista computadorizado no Sindicato no mesmo dia em que buscará sua carteira e guia médico do plano de assistência médica CMD.


TODA SEGUNDA FEIRA DE 8H ÀS 14H NA SEDE DO SINDVIG-RIO, Rua André Cavalcante 126, Bairro de Fátima

O atendimento é fruto da parceria com o Centro Ocular do Recreio que já está há quase 10 anos no mercado. O vigilante poderá fazer exames visuais como refração computadorizada, acuidade visual, retinoscopia e fundoscopia.


EM CAMPO GRANDE, TODA TERÇA FEIRA DE 8H ÀS 14H
Rua Albertina 70, Campo Grande.

O resultado do exame sai na hora e o vigilante ainda tem a possibilidade de escolher armações e tipos de lentes com preços populares em até 10x no cartão de credito.

NÃO PERCA TEMPO!


01/07/2019 - VIGILANTES DA ANGELS NÃO ESQUEÇAM A LIMINAR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

Vice-presidente, Humberto Rocha, na audiência no Ministério Público do Trabalho

A empresa, pela liminar deve cumprir as seguintes obrigações:

 1- Abster-se de coagir qualquer dos seus empregados, seja diretamente, mediante ameaça, expressa ou velada, seja indiretamente, através da submissão à permanência em local inadequado ou em condições injustificáveis de incomunicabilidade, dentre outras situações, a aceitar propostas por ela impostas.

 2- Abster-se de exigir a renúncia ou a devolução de qualquer valor ou verba trabalhista como condição para efetivação de dispensa de qualquer espécie.

 3- Pagar a integralidade das verbas rescisórias na forma, modo e prazos estabelecidos no art.477 da CLT.

 4- Submeter as rescisões contratuais à assistência do respectivo sindicato profissional sempre que as respectivas normas coletivas assim exigirem.

 SOB PENA DE MULTA EM CASO DE INADIMPLEMENTO

 Não aceite acordo! Denuncie!

 SINDVIGRIO - Telefone: 3861-7077 ou 3861-7053 - Rua André Cavalcanti 126 - Centro

28/06/2019 - PRIMEIRO GRANDE ATO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONTRA O VIGILANTE PARCIAL

Veja no vídeo o resultado desse grande dia.

Volta Redonda, Rio de Janeiro - 27 de junho de 2019

Muitos outros atos ainda estão por vir.

26/06/2019 - CONTRASP UNIDA COM OS SINDICATOS DE TODO O BRASIL PARA IMPEDIR O VIGILANTE PARCIAL NA CAIXA

João Soares presidente da Confederação dos Trabalhadores da Segurança Privada.



25/06/2019 - SINDICATOS COMBATEM PROJETO DA CAIXA E BANCO DO BRASIL QUE VISA SUBSTITUIR O VIGILANTE INTEGRAL PELO PARCIAL


Com a implantação do Vigilante parcial só haverá segurança completa durante o período de funcionamento das agências, das 10 às 15hs ou das 11 às 16hs.
Não bastasse a insegurança no falido Estado do Rio de Janeiro, agora a CAIXA toma uma decisão que compromete a segurança em suas agências, diminuindo o tempo que o Vigilante trabalhará para garantia da segurança de todos.

TRABALHO PARCIAL E BANCOS
Trabalho parcial já existe há muito tempo, mas a Reforma Trabalhista piorou a CLT. Agora o empregado pode trabalhar até 30 horas e receber metade do salário normal. A proposta foi apresentada pelos Bancos no Congresso Nacional em 2017 para explorar ainda mais os terceirizados que atuam em agências bancárias.
O estrago já é sentido por várias categorias, a exemplo do pessoal de asseio e conservação.

O LUCRO É MAIS IMPORTANTE QUE A VIDA?
De acordo com a CAIXA ECONÔMICA o balanço de 2018 (lucro líquido) foi de R$10 bilhões. Gastos com publicidade foram de R$87 milhões apenas no primeiro trimestre de 2019.
Diante de um lucro desse tamanho a CAIXA precisa sangrar ainda mais o trabalhador Vigilante? Diante desse gasto com publicidade a CAIXA precisa reduzir a segurança nas agências e colocar em risco a segurança de clientes e bancários?

APENAS COM A POPULAÇÃO MOBILIZADA E OS TRABALHADORES NAS RUAS PODEMOS IMPEDIR ESSE ABSURDO!

19/06/2019 - DIGA NÃO A REDUÇÃO DE SEGURANÇA NAS AGÊNCIAS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

18/06/2019 - SINDICATO ENCERRA ENTREGA DAS CARTEIRINHAS CMD AOS SÁBADOS

Após dois meses funcionando aos sábados para entregar as carteirinhas da assistência médica CMD, o Sindicato vem comunicar o encerramento do funcionamento aos sábados.

Aos Vigilantes das empresas cujo as carteirinhas ainda estão no Sindicato, continuaremos entregando de segunda a sexta, de 8:30h às 17:00h.

Qualquer dúvida ligue para nossa diretoria:

3861-7077 ou 3861-7053

13/06/2019 - BLITZ DO SINDVIGRIO NA EMPRESA SEGMASTER

Acompanhe o trabalho desempenhado pelo Sindicato dos Vigilantes do Município do Rio de Janeiro, no vídeo abaixo:



Exibindo 18 a 34 de 1432< 1 2 3 4 5 6 >