ESSAS SÃO AS CONSEQUENCIAS DA TROCA DO PROFISSIONAL VIGILANTE POR PORTEIRO

No ultimo dia 04/04/2021 ocorreu um furto, de 50 vacinas Coronavac, no Centro Municipal de Saúde, Professor Carlos Cruz Lima, em Colégio, na Zona Norte do Rio.  O local é protegido por porteiros, não existem Vigilantes no local, conforme apurado pela diretoria do SINDIVG-RIO.

O Vigilante é profissional treinado para lidar com esse tipo de situação, faz parte do plano de segurança neutralizar os acessos, dificilmente aconteceria esse tipo de furto se houvesse um Vigilante fazendo a segurança do local.

Na expectativa de cortar custos, os locais que precisam de segurança privada, vem substituindo o profissional Vigilante por porteiros, esse é o resultado.

A grande imprensa, que deveria informar, alimenta o problema, noticiando que o profissional que cuidava do local era um Vigilante. Essa informação, errada, é injusta, prejudica toda  uma categoria e serve para alimentar o problema, pois não informa corretamente a população sobre os reais motivos de toda essa situação.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*